Cabo de vela

Também conhecido como “Cabo de Ignição”

cabo de vela silva jardim
A função do cabo de vela é levar a corrente do transformador ou bobina até a vela de ignição, sem permitir fugas de corrente e assegurando uma ignição sem falhas.

Para isso, o cabo precisa ter algumas características, que são:

• Maior resistência a altas temperaturas, pois o ofre do motor atinge temperaturas acima de 150º C;

• Maior supressão de ruídos. Hoje todos os veículos possuem equipamentos eletrônicos e o cabo ajuda a filtrar a interferência por rádio frequência;

• Maior rigidez de elétrica. A tensão utilizada no sistema de ignição está cada vez mais alta e o cabo tem que resistir a essa tensão sem que ocorra a fuga de alta tensão;

• Resistência a ataques químicos, como vazamento de óleo e de combustível.

De acordo com as informações de Hiromori Mori, da área de Assistência Técnica da NGK, a empresa tem dois tipos de cabos de ignição: O SC (Supressor no Fio, Cabo Resistivo) e o ST (Supressor no Terminal, Terminal Resistivo).

“O que muda é a forma de confecção de cada um, o SC é um cabo supressivo de fio de níquel-cromo e o ST tem terminais resistivos. É importante frisar que o tipo do cabo é determinado pela montadora para um veículo específico e não pode ser trocado por outro”, afirma.

Manutenção e inspeção

A recomendação de manutenção preventiva dos cabos é que sejam substituídos a cada três anos. Mas se o veículo roda muito é indicado que troque a cada 70 mil km. Em casos de veículo com GNV, a vida útil do cabo é reduzida pela metade.

É bom lembrar, para efeito de inspeção veicular, que falhas de ignição podem fazer com que os índices de hidrocarbonetos (HC) fiquem elevados na hora da medição, por isso, a dica é substituir os cabos de ignição.

cabo de ignição silva jardim

Trabalhamos com as seguintes marcas

Assuntos relacionados:
Cabo de ignição, Cabo de vela Silva Jardim, Casimiro de Abreu, Rio das Ostras, Macaé, Barra de São João, Rio Bonito, NGK, Bosch
Sugestões
Pneus | Vela de ignição